06 março 2017

Preciso escrever antes que tudo isso passe.  Isso vai parecer muito como um diário de bordo, mas ok!


Estou no polo de informática da faculdade. Provavelmente a pessoa que está usando o computador atras de mim vai tentar dar uma olhada no que tanto escrevo. O logotipo do Blogger chama a atenção e a pessoa deduz é um blog.
 Tem tanta coisa boa acontecendo e eu não me sinto bem, melhor..eu sinto.. Sinto várias coisas. Tem uma musica que diz  ( É... você precisa sangrar para saber que está viva).  Sangrar soa forte ( depois vou tentar substituir por um outro termo).  Nessa convivência que tenho comigo, percebi que os meus MAIORES medos estão na minha cabeça,  as minhas ansiedades é por conta do perfeccionismo, as mudanças me atraem, porém passo por elas diante de muita dor. Todo começo é difícil, isso já saquei. Mas não tenho controle das minhas emoções.   Não tenho controle de nada.  Acabei de trancar duas matérias obrigatórias, isso no momento não me preocupa e espero não me preocupar. O motivo do trancamento?  Entrei numa orquestra, os horários de ensaio batem com as tais disciplinas. Pode soar meio depre, mas eu daria tudo pra voltar na minha cama  e dormir.  Mas dormir muito. Muito mesmo.

01 março 2017

Só dei um rodo

Ouvindo a conversa no ônibus: 


_ Ela fez boletim de ocorrência . Mas eu nem bati nela. 

_ aaah, mano eu já  tenho 3 processos na justiça, da ex, da mãe dela e cunhada. Tô de condicional, mas no meu caso eu dei uns tabefe. Elas "mereceu". 

_ Na minha mina eu não bati, só dei um rodo. Ela caiu, mas nem se machucou.  Daí ela me denunciou. Fiquei "guardado" quase um ano! 

23 fevereiro 2017

[1] Coisas que eu jurava que...

  Estou para completar 22 anos. Me intitularam como estilosa e extremamente auto confiante. Se é essa impressão que passo maravilha!! aaah, me falaram que tenho cara de passiva ( se você é do babado, vai entender haah).  Hoje na fila de numa perfumaria de grande porte, estava olhando a variedade de camisinhas. Fiquei louca pra pegar de uma marca que me indicaram Prudence ultra sensível.
Eu, com toda minha aparência descolada e argumentos "desconstrutivo", dei uma averiguada  em quem estava me observando, se fosse rápida daria pra pegar  o preservativo sem ninguém ver.



Tinha uma mulher com seu filho de aproximadamente 12 anos atrás de mim. Por um momento não acreditei que estava com vergonha de pegar um preservativo, pegar não, COMPRAR! Como diz minha mãe, vergonha é roubar né?!

A mulher do caixa me chamou. Passou o shampoo, creme para mãos e um prime. A camisinha ficou na prateleira. Daqui a 4 dias vou na casa do boy, no caminho vou comprar essa camisinha e mais 3 modelos diferentes. Porque sim!


[1] Eu j.u.r.a.v.a que não ligava mais para a opinião dos outros, mas vi que preciso amadurecer muito mais.

20 fevereiro 2017

O Terno

E depois que a dor passar, poder abrir o olho e ver tudo igual. E tudo aquilo que você pensou ter acabado está a salvo as coisas não estão tão mal assim.
E até que enfim, você pode chegar em casa tarde e reparar que o coração agora não dói mais e que essa paz de ver que tudo passa. É bom pra gente aguentar firme se acontece uma próxima vez.
Porque quando a dor voltar, não vai ser muito fácil de se convencer de que não é o lado bom que passa. Porque pra quem foi ferido é fácil de uma cicatriz se abrir.
Mas há por vir muita beleza ainda, você tem toda uma vida pra viver o que ainda nem chegou
E se não deu, vai dar Ou paciência nem sempre o que a gente pensa é realmente o que vai ser melhor.

Na moralzinha Escuta Aqui

15 fevereiro 2017

E.s.t.u.p.i.d.e.z

Essa coisa de signo é complicado. 

Vou fazer uma Tatuagem 

 
Segundo meu amigo, tenho a lua em Virgem e gêmeos em sei la aonde. Uma coisa está relacionado à forma de como eu amo e  outra explica meu instinto sexual ( ͡° ͜ʖ ͡°).
   Não posso ser TÃO burra de já conhecer um trajeto a qual EU SEI que demora o triplo. E mesmo assim acabo fazendo de novo só pra ter certeza!
   Acontece que cheguei 30 minutos atrasada pra uma aula particular com um professor da Inglaterra (  não era aula de inglês ok?  haha ).  E o pior é a TERCEIRA vez que faço isso!
Por favor, alguém confere meu mapa astral, essa  burrice é da lua que está em virgem ou na puta que pariu!

14 fevereiro 2017

19 Setembro 2016

A sala fedia a vômito. Ele culpava Deus por estar ali.

 Essa foi uma situação atípica em que eu não conseguia manter um diálogo, as palavras não saiam direito, mas eu estava ouvindo muito bem. Magro e alto, estava usando chinelo e calça social. Nunca tinha conversado com alguém que acabara de sofrer um infarto. Ele se queixava de dor no peito e acredito que o certo seria fazer uma ressonância ou coisa do tipo,  não deveria estar ali tomando remédinho na veia.

_Você é bonita.. igual a sua mãe. Sorri e Agradeci. ( incrivelmente conseguia sorrir).
_ Tem quantos anos? 17?
_ Daqui a 4 dias faço 21.
_  Puxa...  não parece, você tem jeito de menininha.  Dei um sorriso amarelo e mais uma vez agradeci.

 Ele levou a mão esquerda ao peito, estava sentindo pontada. Perguntei se queria que chamasse alguém, respondeu que não.

_ Sabe por que estou aqui? Ironicamente respondi _ Andou aprontando né?
Ele riu.
_ Caí no mundão e acabei me perdendo fiz muita coisa errada.  Isso é castigo!

_Cair no mundo não quer dizer que você não sabe o caminho de casa. A  questão é querer voltar.
_Mas olha, qual seu nome mesmo? aah lembrei é Nathalia certo? Fui  pastor, tive uma igreja. Quando se é pastor as pessoas ti veem como um super humano.
_ Puxaa! Imagino que deve ser muito complicado.  As pessoas acham que você não pode errar né? No fundo não pode mesmo, dei uma risada. Mas somos tão falhos. Força pra você.
 _É isso mesmo menina.

 Acredito que fui uma boa ouvinte, ele falou das coisas que andou fazendo. E mais uma vez afirmava:  _Estou aqui por consequências

 O remédio com soro acabou. Retiraram a agulha.  Desejou melhoras pra minha mãe. Disse com convicção que tudo daria certo. Retribui a positividade. E ele saiu da sala mancando.

 Dei uma averiguada na  quantidade do remédio-soro que faltava. Olhei as horas no celular 3:05  am.
Sentei colocando meus pés na poltrona ao lado.  O som que saia da sua boca parecia um ruído depois cessou . Cheguei mais perto e vi que minha mãe não estava conseguindo respirar.    


11 fevereiro 2017

Por falar em caminhos

Achei isso no rascunho de 2014, não sei o que queria escrever. 


Sorrisos, piadinhas prontas e respostas na ponta da língua. Palavrões usados como virgula. Mas no fundo, todos são simpáticos.